COLPOSCOPIA


Como é feita a colposcopia

Leia também sobre Vídeo Colposcopia

Preparo para a colposcopia e vulvoscopia

Colposcopia é um exame que permite visualizar a vagina e o colo do útero através de um aparelho chamado COLPOSCÓPIO. Estes exames são grandes aliados no diagnóstico e tratamento do HPV, Human Papiloma Virus, da vagina e do colo do útero. A colposcopia é indicada nos casos de resultados anormais do exame de papanicolaou para se identificar as lesões precursoras do câncer de colo de útero.
Este aparelho permite o aumento de 10 a 40 vezes do tamanho normal.
O exame é realizado no próprio consultório médico com a paciente na mesa de exame. Após colocar o espéculo vaginal o médico examina a vulva, a vagina e o colo do útero com o colposcópio.

Veja as imagens do colo do útero. Também é com o colposcópio que é examinada a Vulvae o nome deste exame é vulvoscopia.
Havendo lesões suspeitas é feita uma biópsia de colo do útero
ou biópsia de vagina ou biópsia de vulva e o material enviado para exame anatomopatológico para diagnóstico.
Resultados da colposcopia

Espéculo Vaginal

Colposcópio

As imagens obtidas são de grande aumento permitindo verificar pequenas alterações impossíveis de serem vistas a olho nu.

Imagens de Colposcopia
Para aumentar clique na imagem

Colo Normal

Colo com alterações

Durante a colposcopia são usados produtos químicos e corantes para realce de áreas a serem examinadas.
A colposcopia não dói.
Este exame é geralmente recomendado para mulheres que tem um resultado anormal do exame de papanicolaou ou para aquelas que durante o exame ginecológico foi notada alguma alteração.
A colposcopia também é indicada quando é necessária uma biópsia do colo do útero ou quando há uma suspeita de Papiloma Virus. ( HPV )

O câncer do colo de útero é o segundo mais importante nas mulheres do Brasil, sendo previstos para o ano de 2013, cerca de 17.000 novos casos, com um risco estimado de 17 casos a cada 100 mil mulheres.
Mais de 90% dos câncer de colo de útero estão associados ao HPV, um vírus de transmissão sexual.
A prevenção desta doença se faz pelo uso de preservativos sexuais e sexo seguro.
A prevenção secundária é realizada pelo exame ginecológico anual com a colheita do papanicolaou.
A colposcopia é um exame que observa o colo de útero através de aparelhos que permitem visualizar as alterações microscópicas que o HPV causa.

  1. Exame ginecológico
  2. Colposcopia
  3. Vulvoscopia
  4. Preparo para a colposcopia e vulvoscopia
  5. Informações sobre HPV - Human Papiloma Virus
  6. Mais da metade dos homens têm o vírus HPV
  7. Como o HPV ser transforma em câncer de colo do útero
  8. Resultados do exame preventivo de câncer
  9. Resultado da colposcopia

 

 

revisto e atualizado em 08 de setembro de 2013 09:22:58

Fonte:

Colposcopy - Cervical Pathology: Textbook and Atlas 3rd edition. Burghardt E, Pickel H, Girardi F. Theime New York 1998
Ferris DG, Willner WA, Ho JJ. Colposcopes: A critical review. J Fam Pract 1991; 33:506-15.
Stafl A, Wilbanks GD. An international terminology of colposcopy: Report of the nomenclature committee of the International Federation of Cervical Pathology and Colposcopy. Obstet Gynecol 1991; 77:313-4.
Ferris DG, Willner WA, Ho JJ. Colpophotography systems: A review. J Fam Pract 1991; 33:633-9.
Ferris D, Payne P, Frisch L, et al. Cervicography: Adjunctive cervical cancer screening by primary care clinicians. J Fam Pract 1993;37:158-64.
Nuovo J, Melnikow J, Hutchison B, Paliescheskey M. Is cervicography a useful diagnostic test? A systematic overview of the literature. J Am Board Fam Pract 1997;10:390-7.
Greimel ER, Gappmayer-Locker E, Girardi FL, Huber HP. Increasing women's knowledge and satisfaction with cervical cancer screening. J Psychosomatic Obstet Gynecol 1997; 18(4):273-9.
Etherington IJ, Dunn J, Shafi MI, Smith T, Luesley DM. Video colpography: A new technique for secondary cervical screening. Br J Obstet Gynaecol 1997; 104(2):150-3.
Shafi MI, Luesley DM. Modern image capture and data collection technology. Clin Obstet Gynechol 1995; 38:640-3.
Mikhail M, Anyaegbunam A, Romney SL. Computerized colposcopy and conservative management of cervical intraepithelial neoplasia in pregnancy. Acta Obstet Gynecol Scand 1995; 74:376-8.
Cristoforoni PM, Geraldo D, Perino A, Piccoli R, Montz FJ, Capitanio GL. Computerized colposcopy: Results of a pilot study and analysis of its clinical relevance. Obstet Gynecol 1995; 85:1011-6.
Cox JT. ASCCP practice guidelines: Endocervical curettage. J Lower Genital Tract Disease 1997; 1:251-6.
Hoffman MS, Sterghos S Jr, Gordy LW, Gunasekaran S, Cavanagh D. Evaluation of the cervical canal with the endocervical brush. Obstet Gynecol 1993; 82:573-7.
Ferris DG, Harper DM, Callahan B, Robinson T, Litaker MS, Messing M, Mensah L. The efficacy of topical benzocaine gel in providing anesthesia prior to cervical biopsy and endocervical curettage. J Lower Genital Tract Disease 1997; 1:221-7.

 

 

Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode.
Verifique aqui.